Relacionamentos amorosos – quando ficar, quando partir?

Relacionamentos amorosos – quando ficar, quando partir?

Nem sempre é fácil decidir se vale a pena ou não manter um relacionamento amoroso. Muitas dúvidas surgem, mesmo quando a relação já traz apenas sofrimento e dor.

A dificuldade de romper e experienciar a solidão pode, em alguns casos, estar relacionada às crenças do amor romântico, do qual já falamos aqui.

Vida amorosa na era digital – o que está acontecendo?

Vida amorosa na era digital – o que está acontecendo?

A internet trouxe mudanças importantes para os relacionamentos amorosos. A criação dos smartphones facilitou ainda mais o contato. No entanto, os aspectos negativos no uso da tecnologia têm aparecido bastante na clínica de psicoterapia.  Tempo de resposta Forma textual – incluindo aí a pontuação

Feedbacks: como aprender com eles?

Feedbacks: como aprender com eles?

Dar e receber feedbacks faz parte das habilidades de comunicação. Como várias outras habilidades sociais, pode ser treinada. E deve, já que é muitas vezes a causa dos problemas. Descubra como desenvolvê-la.

Terapia pré-matrimonial – vamos falar sobre isto

Terapia pré-matrimonial – vamos falar sobre isto

Nos grandes centros urbanos, muitos casais hoje já têm bastante intimidade antes mesmo de casar ou morar juntos. Algumas vezes, já conhecem as diferenças e enfrentam dificuldades que – antigamente – só conheceriam após o casamento. Por isto, vem aumentando a procura por Terapia de Casal Pré-Matrimonial.

DR´s

DR´s

Comunicar de forma aberta os próprios sentimentos em um relacionamento amoroso contribui para a sua saúde e manutenção. É muito comum que imaginemos que sabemos o que o nosso par está pensando. Assumimos coisas e, presumindo, reagimos de forma totalmente disfuncional.

Como não somos telepatas, precisamos desenvolver habilidades de comunicação, para saber perguntar, ouvir e falar de forma clara, gentil e assertiva.

Por isto, muitas vezes se faz necessário buscar ajuda terapêutica – ainda que temporária – a fim de conseguir aprender a falar sobre problemas e, se possível, resolvê-los. Afinal, casamento não é tarefa das mais fáceis. Precisa de maturidade , flexibilidade e vontade.