Crenças românticas

Existem crenças românticas sobre relacionamentos amorosos. Uma delas é que os problemas enfrentados por casais que se amam se resolvem espontaneamente, com o passar do tempo. Evidências científicas mostram que, pelo contrário, a terapia de casal – inclusive pré-conjugal – pode contribuir para a felicidade amorosa em um relacionamento de longa duração.

A Terapia de Casal nas artes

A Terapia de Casal nas artes

As representações do tratamento psicoterápico no cinema ou televisão muitas vezes não são nada realistas. Pelo contrário, muitas vezes a sessão é usada como recurso de humor, reforçando alguns estereótipos e fantasias. Assista a estes dois exemplos de filmes americanos que usam cenas de terapia de casal no enredo. E se lembrar de mais algum, comente aqui!

A culpa é sempre da mãe?

A culpa é sempre da mãe?

A relação com a mãe aparece normalmente nas sessões de psicoterapia, por ser geralmente a primeira grande influência da vida da criança, colaborando para o seu desenvolvimento. Mas, o papel da mãe é muito idealizado e vemos, na vida real, que nem todas as mulheres lidam bem com sua própria mãe e carregam, pois, problemas para a relação com seus filhos e filhas.

Terapia pré-matrimonial – vamos falar sobre isto

Terapia pré-matrimonial – vamos falar sobre isto

Nos grandes centros urbanos, muitos casais hoje já têm bastante intimidade antes mesmo de casar ou morar juntos. Algumas vezes, já conhecem as diferenças e enfrentam dificuldades que – antigamente – só conheceriam após o casamento. Por isto, vem aumentando a procura por Terapia de Casal Pré-Matrimonial.

Sobre a bissexualidade

Sobre a bissexualidade

Bissexuais enfrentam preconceitos ainda maiores do que os homossexuais. Este é talvez o principal motivo para esconderem a sua orientação sexual. Entenda melhor a bissexualidade que, por sua invisibilidade, muitas vezes tem sua existência negada.