Já ouviu falar? é mais um quadro patológico, característico da contemporaneidade. Foi descrito recentemente  em referência ao fantástico filme “O show de Truman” (1998),  que merece ser visto e revisto. Truman, interpretado por Jim Carrey, tem sua vida monitorada desde o seu nascimento e se desespera quando descobre isto. Todos sabiam, menos ele. Tenta escapar do controle, o que não é fácil.

A diferença é que no filme, o monitoramento é real. Já nos casos analisados (ver matéria online da IstoÉ –

http://www.terra.com.br/istoe/edicoes/2040/minha-vida-e-um-reality-show-medicos-relatam-casos-de-118333-1.htm ), a sensação de estar sob constante observação faz parte do quadro paranóide. Claro que somos constantemente monitorados em câmeras espalhadas nas ruas, elevadores, lojas.  A internet com as redes de relacionamento agrava este excesso de controle de privacidade – que pode ser mal usado. Mas – no geral – não há nenhum outro intuito que não a segurança e ordem sociais.

Se fica difícil reconhecer o que é delírio e o que é realidade, se ambos começam a se confundir, é hora de buscar ajuda. Muitas vezes pensamentos deste tipo prenunciam uma crise maior. E, como não existe uma fórmula de prevenção genérica, cada pessoa pede uma solução individualizada.

Síndrome de Truman

Um comentário sobre “Síndrome de Truman

  • 20/01/2009 em 16:24
    Permalink

    Por coincidencia, comprei esse dvd em promoção hoje,
    Sou apaixonado por filmes e escrevo sobre cinema.
    abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.