Assistindo ao trailer de Ela, pode-se ter a impressão à primeira vista de que é uma comédia. Mas não, é um drama, bem sensível. Concorreu aos Oscars de Melhor Filme em 2014 e também ao de Melhor Roteiro Original, pelo qual foi premiado.

Se você ainda não viu o filme, pare e assista – depois volte aqui.

Ela conta o dia-a-dia de um homem recém separado, Theodore (Joaquin Phoenix). Relutante em assinar os papéis do divórcio, introvertido, Theo tem como profissão escrever cartas pessoais para gente que não conhece. Sai-se muito bem nisto, mas, na vida pessoal, ao tentar buscar novos relacionamentos é bem desajeitado. Pouco experiente, se atrapalha um pouco.

Testa um novo aplicativo e encanta-se com suas possibilidades. Até aí, nada demais: já estamos acostumados a ouvir relatos de pessoas que se conhecem via Tinder ou whatsapp, que revolucionam a forma de interação pessoal. Mas sua outra nova ‘metade’ é um sistema operacional – Samantha.

Samantha não aparece em cena mas tem a voz de Scarlett Johansson. Theodore fica cada vez mais envolvido com ela e a leva para o convívio com pessoas próximas, do mundo real. Seu olhar para o mundo amplia-se. Permite-se viver experiências que normalmente não ousaria, na sua vida ‘anterior’.




Em tempos de redes sociais e aplicativos (como Tinder e whatsapp), Theo é apenas mais um dentre tantos solitários no mundo. Tem muita dificuldade de relacionar-se com outras pessoas, quase um fóbico social – e isso fica muito claro quando encontra sua ex-mulher.

Até que ponto aplicativos ajudam ou não a tirar ou jogar alguém no isolamento social? Estas e outras questões vêm sendo debatidas hoje pelos psicólogos, antropólogos e sociólogos. Surge um novo termo – nomofobia, para o horror a ficar sem conexão (no mobile phobia)

E você? Como se relaciona com as redes sociais e aplicativos? Consegue deixar seu celular e demais aparelhinhos no off e curtir a vida, aqui agora, sem compartilhar tudo o tempo todo?

_________________
Thays Babo é psicóloga e Mestre em Psicologia Clínica pela Puc-Rio. Associada da ATC-Rio, atende no Centro.

Ela e nós (Ela)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.