No post anterior, sobre os millenials, falou-se um pouco da forma com que se relacionam com o mundo. Por terem nascido já na era digital, estes jovens são ‘antenados’ o tempo todo, interconectados, interagindo por vezes mais intimamente (no sentido de compartilhar sentimentos) com quem está longe do que com quem está no quarto ao lado. Ou mesmo no computador (ou celular) ao lado, no mesmo ambiente. Em suma, a mesma tecnologia que atrai o que está longe pode afastar o que está perto.

Mas, além dos relacionamentos amorosos e familiares, o excesso de tecnologia impacta também na escolha profissional. Além de ter extinto profissões e criado outras, a tecnologia em mutação requer a adaptação a novas realidades. Um jornal carioca dedicou uma matéria ao mercado de trabalho , também mutante.


http://oglobo.globo.com/emprego/mais-cocriacao-menos-hierarquia-trabalho-no-futuro-sera-redefinido-9865665


Novas habilidades e competências tornam-se necessárias para conseguir se destacar no mercado, cada vez mais competitivo. Por conta disto, deveria haver um maior investimento no treinamento por parte das empresas mas, como isto muitas vezes impacta em custos, pequenas e médias empresas abrem mão disto. Querem , cada vez mais, contratar quem já está pronto , gerando grande ansiedade em quem busca o primeiro emprego ou estágio. Jovens que não estão ainda no mercado de trabalho precisam, muitas vezes, de assessoria e treinamento em habilidades sociais, além dos seus conhecimentos teóricos e técnicos. Afinal, o seu trato social pode, por vezes, ser o diferencial mais importante para decidir uma vaga. Afinal, frente a currículos semelhantes, a forma com que se lida com o outro e a forma de ver a vida pode ser o que desempata.



Empreendedorismo cada vez mais é um diferencial valorizado pois, devido aos altos custos dos encargos sociais de cada funcionário, muitas empresas têm preferido contratar serviços de pessoas jurídicas para não ter mais ônus com a contratação.

___________________________
Thays Babo é psicóloga, Mestre em Psicologia Clínica e associada à ATC-Rio. Atende no Centro.

Mundo novo de trabalho
Classificado como:                                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.